Procure no Blog

3 de ago de 2013

FUTEBOL DO PIAUI 20013: CONTAGEM REGRESSIVA PARA O CASO ERIDON SER RESOLVIDO

Ação levada à suprema corte vai definir nos tribunais o campeão piauiense da temporada, 80 dias depois da final vencida pelo Parnahyba nos gramados

Por Renan MoraisTeresina
2 comentários
TJD-PI não encontra irregularidade na escalação de Eridon; River-PI recorre  (Foto: Renan Morais)TJD-PI não encontrou irregularidade na escalação
do zagueiro Eridon (Foto: Renan Morais)
A agonia pela espera tem data para terminar no futebol do Piauí. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou a lista de processos a serem julgados, a partir das 11h da manhã, na quinta-feira (8) e, dentre eles, encontra-se o recurso movido pelo departamento jurídico do River-PI sobre o ‘Caso Eridon’. A decisão pode mudar os rumos do título do Campeonato Piauiense conquistado pelo Parnahyba, em maio.
A ação será a décima causa a ser julgada pela suprema corte, de acordo com edital publicado no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Há tempos na torcida pela definição da data, a comissão jurídica do Tubarão recebeu com serenidade a notícia e adianta que a mesma linha de defesa apresentada nos tribunais em âmbito regional será levada ao julgamento.
- Estamos tranquilos e, agora, vamos nos preparar para a sessão. Em conversas com a diretoria, ficou acertada a necessidade de não fugir do que estamos defendendo há tempos. É só aguardar o dia para acabarmos de vez com este caso – argumenta Miguel Bezerra, membro do departamento jurídico do Parnahyba.
O recurso riverino questiona a concessão do efeito suspensivo que permitiu que o zagueiro Eridon defendesse o Tubarão na final do Piauiense 2013. O jogador levou um gancho de cinco partidas por uma expulsão na última rodada da fase classificatória. O Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI) emitiu liminar que autorizava o início da punição apenas depois da final do torneio, provocando a ira da ala riverina.
Na tentativa de postergar o direito concedido ao zagueiro azulino, membros da comissão jurídica do Galo demonstram confiança em uma reviravolta três meses depois da decisão perdida nos gramados.
- Estamos cientes de que a interpretação dos auditores será igual a nossa. Vamos reverter a decisão para que a justiça seja feita no final desta novela. Estamos buscando um direito nosso e vamos até as últimas consequências em busca dele. Não tem como prever, mas estamos esperançosos – afirma o advogado Eugênio Marques, representante do River-PI no julgamento.
Somente a partir da decisão serão definidos primeiro e segundo colocados do Estadual. Assim, a Federação de Futebol do Piauí (FFP) planeja lançar edital para abertura da Copa Piauí, segunda maior competição do estado e que define o segundo representante piauiense na Copa do Brasil do ano que vem.

FONTE:GLOBOESPORTE.COM/PIAUI

11 comentários:

Anônimo disse...


Leandro Pires 10/07/13 - 23:07

Tinham mesmo é que acabar com essa pouca vergonha que é o suplente. Mas, como são eles que financiam a campanha ou captam recursos. Sugiro que se chame o Deputado mais votado do partido do Senador, caso ele morra, seja nomeado ministro ou secretário de estado ou seja eleito Governador ou Prefeito. Falo isso porque o problema é o partido perder uma vaga de Senador. Melhor do que colocar um cara sem nenhuma votação.

Luiz Silva 10/07/13 - 22:21

Plantão da globo!!! A equipe de jornalismo investigativo do jornal nacional acaba de encontrar o paradeiro físico do processo 18471.000858/2006-97 e 18471.001126/2006-14, da receita federal. Eles se encontram bem guardados numa choupana nas ilhas virgens. Mais detalhes na edição especial do jornal nacional que nunca irá ao ar. RESPONDER 8 de julho de 2013 às 18:18 Marcelo a c Será que o Globo não vazou a espionagem aqui no Brasil para abafar o seu processo de sonegação fiscal ?

Eduardo 10/07/13 - 21:25

O Senado continua mostrando o que tem de melhor: acordos espúrios, negociatas e conchavos. Suplente sem votos é aberração! Vitaliciedade é imoralidade, absurdo que gera corrupção e garante impunidade.


André Romero 10/07/13 - 21:01

Legal O Globo publicar essa notícia, dando a oportunidade para os leitores se manifestarem. Seria muito bom também O Globo deixar os mesmos leitores a palpitarem em sua notícia postada de forma meio envergonhada, na periferia de sua página central: "Globo rebate acusações falsas sobre processo na Receita Federal". Quanto a esta notícia, só tenho uma pergunta: será que agora O Globo vai defender a tal Teoria do Domínio do Fato?

Arnaldo 10/07/13 - 20:48

Tem é que instituir a perda do mandato do parlamentar eleito que optar em assumir cargo no executivo. Acabar com essa garantia de que saindo do cargo no executivo ele reassuma novamente o mandato. Também não poder assumir o seu lugar suplente sem voto.

Anônimo disse...


Joaquimaugustobarros 11/07/13 - 05:58

SE FOSSE NA SIRIA, SERIA UMA MEDIDA SIRIA. MAS COMO É NO BRASIL É UMA MEDIDA " SÉRIA " k k k k k k k

Jorge 11/07/13 - 03:49

Pois é... Vocês políticos se acham muito espertos... Continuem a não ouvir o povo, continuem se fazendo de desentendidos... Vocês estão abusando de uma Nação inteira, o povo não merece o que se está passando, o povo merece respeito!!! Estão querendo que os Militares voltem?

Teofilo Pedro Pains 11/07/13 - 03:19

Não caiam nesse argumento da polícia, dos políticos e da imprensa: eles nao querem quebradeira, pq daí poderão dizer que os protestos fazem parte da democracia (q no brazil só existe para proteger ladrões), pois sem quebradeira o governo sai fortalecido, e os manifestantes acabam fazendo papel de bobo. Senado, Alerj e câmara dos vereadores são escritórios da corrupção e devem ser destruídos sim, CQC. Não façam papel de otários dessa vez. Voto obrigatório não faz parte de democracia.

Teofilo Pedro Pains 11/07/13 - 03:18

O senado federal tem mais de 20 mil parasitas, com média salarial de R$15 mil mensais, ou cerca de R$300 milhões/mês. O governo paga em média R$5 mil para os médicos do SUS. Nenhuma democracia precisa de senado. Basta a Câmara dos Deputados (sistema unicameral). Se extinguir o senado, vai sobrar dinheiro para contratar 60 mil médicos. Sem contar q o governo poderia distribuir bolsas de estudo para jovens cursar medicina no exterior. Depois é só equipar os hospitais.

Steven Harper 11/07/13 - 05:22

Pedro, a Dilminha vai distribuir Bolsa Maconha ?

Teofilo Pedro Pains 11/07/13 - 03:18

O jurista Dalmo Abreu Dallari, da USP, já provou por A + B que o senado no Brasil é desnecessário, além de ser 1 cópia do modelo americano. Porém nos EUA tem razão de existir, pq cada Estado americano tem a sua própria lei e o senador acaba sendo o representante do seu Estado junto à Federação. No Brasil, a lei é uma só, para todos os Estados-membros, sendo inócua a figura do senador, servindo esta casa apenas como ninho de velhos la.drões, gerando 1 despesa imensa e desnecessária para o povo

Teofilo Pedro Pains 11/07/13 - 03:17

Infelizmente o povo começa a desanimar. O brasileiro q trabalha grátis 04 meses e 25 dias por ano, só pra pagar seus impostos e ter o retorno em benefícios próximo a zero, deveria fazer igual ao povo árabe: SAIR ÀS RUAS COM TUDO, E PROTESTAR, RESPEITANDO BENS DE TRABALHADORES E PARTICULARES, MAS DESTRUINDO A. LEGISLATIVAS, C. VEREADORES, PREFEITURAS, ETC. Daí os políticos não gostam: não poderão falar que estamos numa democracia, e nem tudo continuará como está. VAMU QUEBRÁ TUDO DESSA VEZ !

Teofilo Pedro Pains 11/07/13 - 03:16

Não percam tempo com discussões bobas. Reunam o maior número possível de pessoas e quebrem essa casa de la.drões. Ate.iem fogo no prédio.É só assim q se resolve as coisas. O q não pode é quebrar propriedade particular, de quem trabalha. Se toda cidade começar a depredar as câmaras de ladrões, em Brasilia os políticos votarão pelo fim do salário dos vereadores e acabarão com o senado, pq ninguém precisa disso.

Gemax Aires 11/07/13 - 01:18

Se apegam aos cargos como se fossem proprietários deles, mas a mamata vai acabar, é questão de pouco tempo.

Anônimo disse...

Arsenio Meneses 11/07/13 - 07:59

Com essa idéia de Vice-Senador, durante a campanha eleitoral o candidato a Senador tem que vir a público e mostrar quem seria seu Vice caso ele se afastasse por qualquer motivo. É assim para vice-governador e vice-presidente. E nenhum vice pode ser parente no nivel do que hoje permite ser Suplente

Arsenio Meneses 11/07/13 - 07:53

Um Senador colocar como seu Suplente sua mãe, filha, pai, avô, etc, certamente pessoas sem nenhuma preparação e competência para o cargo de um Senador do Brasil, prova que essa é uma posição completamente desnecessária para o país. Os Suplentes só preenchem o cargo para continuar recebendo os polpudos salários ,benefícios e auxílios isso e aquilo. E o Senado, como todos os milhares de funcionários e agregados, custa um fábula para o país. Precisamos lutar para acabar com esse absurdo.

Antônio José Milani 11/07/13 - 07:46

JA DIZ O VELHO DITADO, MACACO TEM A CABEÇA BEM MENOR QUE A DO HOMEM E PENSA, IMAGINA OS SENADORES, FICOU MUITO FEIO MESMO, MAIS O QUE VALE É QUE O ECO DAS RUAS AINDA SOA DENTRO DO SENADO E DA CAMARA, E SE ACABAR VAMOS VOLTAR, VIU SENHOR RENAN.

Albino Palmeira 11/07/13 - 07:54

PERGUNTOTE:-, ELES TEM CEREBRO? OU É IGUAL AQUELE MOLUSCULOAMEBIANO QUE ENGANOU O POVO? QUE PENA QUE NÃO TEM TERREMOTO LOCALIZADA..CASA CHEIA HEIM?

Mi Oliveira 11/07/13 - 07:28

Cargo político e todos relacionados deveriam ser ocupados através de concurso e ficha limpa, só então uma eleição. É lógicos que aqui isso poderia ser burlado mas ao menos a coisa seria mais séria. Esse cabide de emprego é uma vergonha, como pode um sujeito que não foi eleito pelo povo ocupar o cargo de um que foi? Nem conhecemos o infeliz, não sabemos o currículo dele e muito menos de sua capacidade. Não passam de filhinhos de papai com o emprego que paga bem e não precisa trabalhar garantido

Shishiro Yamada 11/07/13 - 07:27

Lobão filho não votou porque é suplente do pai, edson lobão , ministro das minas e energia. A independência dos poderes deveria prevalecer, foi para o Executivo, perde o cargo no legislativo, e o suplente escolhido de forma democrática.

Shishiro Yamada 11/07/13 - 07:28

O senador renan calheiros é um artista canastrão porque usa velhas táticas maquiavélicas, que todo mundo conhece,até o povo. 1 - Zelai apenas pelos vossos próprios interesses; 2 - Não honreis a mais ninguém além de vós mesmos; 3 - Fazei o mal,mas fingi fazer o bem; 4 - Cobiçai e procurai obter tudo o que puderdes.

Carlos José Costa de Souza 11/07/13 - 07:19

SERÁ, QUE ESSES POLÍTICOS, NÃO ENTENDERAM AS MENSAGENS DAS RUAS?!! O POVO, NÃO QUER A DIMINUIÇÃO DA SUPLÊNCIA! O POVO QUER, QUE O SEGUNDO POLÍTICO MAIS VOTADO, ASSUMA, A VAGA QUE LHE É DE DIREITO. AFINAL DE CONTAS, FOI A VONTADE DO POVO. ENTENDERAM OU QUER QUE DESENHE?!! NADA MAIS CERTO E JUSTO!!!!!

Anônimo disse...

Paulo Mendonca 11/07/13 - 08:17

Não fechem acordos. Fechem o Senado, que consome dezenas de bilhões de reais por ano do erário, em altos salários, mordomias, contratação de assessores parlamentares, etc... E que se reduza para 1/3 o número de deputados federais, sem mordomias e assessores contratados, no estilo inglês. Aí, sim , o brasil voltará a crescer.

Antonio de Jesus Tenorio Cavalcanti 11/07/13 - 08:28

PAULO VÇ. É O CARA!!! TÔ CONTIGO!!!

Arsenio Meneses 11/07/13 - 08:25

Concordo com você. Essa manobra de se poder colocar qualquer parente para subsituir um Senador prova a total falta de importância do cargo de Senador. Acho que o objetivo final deve ser acabar com o cargo de Senador. A Internet hoje já permite que se crie um mecanismo para que a vontade do povo seja ouvida. Não pecisamos de falsos representantes. Nem Deputados

Arsenio Meneses 11/07/13 - 08:10

A proibição de parentes tem que ser de tal forma que Senador não traga como seu suplente os parentes de um outro Senador, burlando a nova lei. Se isso não for considerado o que vai acontecer será uma troca de favores. Os Senadores fecham acordo em grupos de tal forma que "hoje eu trago um parente de um "companheiro" amanhã outro "companheiro" traz um parente meu. Não vamos dar um bobeada dessa.

Wilson Baptista Junior 11/07/13 - 08:09

"o ponto que trouxe dúvidas e discussão é que o senador suplente, que tem a mesma titularidade de vice, não pode suceder o senador. Ele teria que substituir e não suceder" - Eduardo Lobo deveria procurar saber o significado da palavra "suplente", que é exatamente "substituto", e não "sucessor". Com essa mudança o Senado "fingiu que mudou", mas acabou garantindo mais um privilégio para os suplentes. Enganaram o povo.

Arsenio Meneses 11/07/13 - 08:05

Os políticos brasileiros implantaram a ditadura política. Se isolam nas câmaras e assembléias onde , num gigante espírito de corpo, passam a decidir tudo aquilo que representa seus interesses próprios. Os interesses dos que os elegeram é secundário. Aliás, esse perdem completamente a visibilidade do que seus "representantes" estão fazendo. Passam 80% do seu tempo em tramas e negociatas de bastidores, e desde o primeiro dia de mandato já planejando a sua reeleição. E ai tome de conchavos.

Arsenio Meneses 11/07/13 - 08:53

Antonio. Os políticos estão apostando que o Gigante só acordou para ir ao banheiro fazer xixi e que logo vai voltar para um profundo sono de mais 500 anos. Temos que mostrar para eles que estão errados. E temos que achar uma forma e BAIXAR O PAU NELES

Antonio de Jesus Tenorio Cavalcanti 11/07/13 - 08:34

Arsenio é por essa e por outras que eles não querem uma verdadeira reforma política que moralize o Congresso Nacional, acabando com tantas imoralidades. A proposta de reforma política não pode partir dos políticos mas sim do povo e ser votada pelo povo. AINDA TENHO ESPERANÇAS!!! MAS PRIMEIRO PRECISAMOS COLOCAR O BLOCO NA RUA E DEFENDERMOS NOSSOS INTERESSES!!!! PAU NELLES!!!

Anônimo disse...

Sandra Araujo Baldner 11/07/13 - 09:00

Nas próximas eleições tem que votar em políticos totalmente diferente dos que estão no poder que não querem largar a teta do dinheiro público. As mudanças têm que ser feitas. Eles acham que o povo é burro!!!

Anthytezes Cascardo Filho 11/07/13 - 08:56

Herdar isso me cheira a Senhores de Engenho,em que td é deles.Ridiculos mas não vai ficar assim não.O povo que ver resultados,qualidade de vida,educação,sáude tra balho,e eles inchando a máquina,bilhões são gastos em vão,pois nãp porduzem nada. Mas eles não querem largar o filé,por isso o povo está na rua,p/a tentar parar essa sangria.

Ricardo 11/07/13 - 08:51

Sindicalistas bandidosvag@bundos e oportunistas querendo surfar na onda de quem é honesto, PT essa não cola. Afinal, o que eles fazem com a contribuição assistencial, pois eu tenho que pagar até a via da Ata de negociação.

O Povo Não É Bobo... 11/07/13 - 08:29

Tenho saudades da cédula de papel em que a gente podia xingar esses FDPs.

Nilo Cesar Pinta Filho 11/07/13 - 08:28

AMIGOS, NÃO PODEMOS PERMITIR QUE ESTAS MANIFESTAÇÕES APAGUEM QUE NOSSAS MEMÓRIAS QUE OS CORRUPTOS DO MENSALÃO AINDA ESTÃO POR AÍ TOMANDO WHISKY EM ALGUM HOTEL DE LUXO AO INVÉS DE ESTAREM NA PENITENCIÁRIA. QUANDO ESSES CARAS SERÃO PRESOS??????

Antonio de Jesus Tenorio Cavalcanti 11/07/13 - 08:24

Manobra corporativista para inglês ver. Tá na cara que eles não querem mudar nada. Isso é engodo para o povo achar que as coisas estão mudando para melhor e que os políticos estão em sintonia com os anseios populares. Suplente de senador tem que ser escolhido pelo voto. Aquele que for o mais votado deve assumir. Na verdade eles vão fazer o que já fazem com o pessoal de gabinete: parentes de uns trabalham em gabinetes de outros. ACORDA BRASIL!!!

Roberto Silva de Melo 11/07/13 - 08:24

Orai e vigiai. Sup/lente é o ca/ra que é el/eito sem ser ca/ndidato, não recebe um único voto. Ele sucede aquele que foi el/eito pelo voto. Ah! Enquanto isso, circula no congr/esso nac/ional proposta para alterar a L/ei da F/icha L/impa. E os mens/aleiros do P/T cond/enados pelo S/TF ainda estão soltos, entre eles o sup/lente J//osé Genoíno.

Fernando Bomfim 11/07/13 - 08:23

Uma tentativa de solução para acabar com esta m3rd4 toda que estes fdp's jogam na nossa cara todos os dias seria: NUNCA MAIS VOTAR EM NENHUM POLÍTICO CONHECIDO, NEM NOS SEUS FILHOS, IRMÃOS, PAIS OU QUAISQUER OUTROS MEMBROS DA QUADRILHA.

Nilo Cesar Pinta Filho 11/07/13 - 08:22

DEVERIA MESMO É TERMINAR COM ISSO E NÃO APENAS REDUZIR. ESTA PRÁTICA É RESPONSÁVEL POR PERPETUAR A CORRUPÇÃO EM FAMÍLIAS DE POLÍTICOS.UMA HERANÇA MALDITA PARA O PAÍS. SARNEY, ACM, ARRAES,COLLOR, ESSAS PRAGAS TODAS !!!!!!!!!!!!!!!!! FORA CORRUPTOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Jose Antonio 11/07/13 - 09:59

Claro que eles estão tentando nos ganhar pelo cansaço, como o povo é descansado mesmo ja perdemos.

Luiz Carlos da Silva 11/07/13 - 09:59

Os senadores estavam - esses poucos - fazendo ouvidos moucos. Os movimentos de rua, do jeito que aconteceram, não sugerem estar dispostos a provocação, ou aserem submetidos a teste.

Jefferson Tavares 11/07/13 - 09:59

Numa casa onde temos mais de 200 senadores, nem precisava de suplente. Desperdício de dinheiro público.

Benedictus Spinoza 11/07/13 - 09:45

Para que precisamos de um senado, se nem a câmara dos deputados trabalham? PELO SISTEMA UNICAMERAL JÁ.

Maria 11/07/13 - 09:40

Morra Sarney!

Maria 11/07/13 - 09:40

Edison Lobão (filho, pai, mulher, nora...) faz parte da banda podre que assola esse país. Pobre povo maranhense; pobre povo brasileiro.

Shishiro Yamada 11/07/13 - 09:30

Renan é a reencarnação política do sarney, do barbalho, do ACM, do maluf, de tudo que é político que foi cevado na ditadura. Ele é cinico, debochado, um explorador do povo alagoano e do povo brasileiro. Esse cara é um absorvedor de energia do país, um buraco negro, uma negação de tudo que é desenvolvido. FORA RENAN e seus métodos ultrapassados de dominar o país.

Maria 11/07/13 - 09:37

Concordo em gênero, número e grau. Aprendeu tudo de ruim com figuras obscenas da política deste país que infelizmente ainda vivem e sobrevivem em seus seguidores e/ou familiares.

Silvio I. Souza 11/07/13 - 09:24

Primo é parente em 4º grau. De qualquer forma, o ideal seria o fim dos suplentes. Duas alternativas: a) cada partido lança dois nomes para cada vaga; mas para substituição do eleito valeria a ordem decrescente de votos entre todos os candidatos; b) o deputado federal mais votado na lista geral, ou o mais votado do mesmo partido do senador, seria o suplente.

Valnir Francisco da Fonseca 11/07/13 - 09:11

O Senado ainda não entendeu que o povo não aceitara a representação daqueles que não receberam seus votos. Se um senador eleito morre, esperasse até as próximas eleições para que seja eleito um outro senador para aquela cadeira. Não vai fazer falta. Senador não precisa de vice senador, assim como deputado não precisa de vice deputado. Essa prerrogativa deve ser apenas para cargos executivos. Assim mesmo, dos vices que assumiram na presidência só não tivemos decepções com o falecido Itamar Franco

Anônimo disse...

Arsenio Meneses 11/07/13 - 10:20

Cuidado. A proibição de parentes tem que ser de tal forma que Senador não traga como seu suplente os parentes de um outro Senador, burlando a nova lei. Se isso não for considerado o que vai acontecer será uma troca de favores. Os Senadores fecham acordo em grupos de tal forma que "hoje eu trago um parente de um "companheiro" amanhã outro "companheiro" traz um parente meu.Não vamos dar um bobeada dessa e deixar que os crápulas nos enrolem.

Andreia Borth 11/07/13 - 10:18

Um suplente recebe com o salário e outros benefícios o equivalente a R$ 70.000,00 !!! E o governo quer convidar médicos estrangeiros a trabalhar no interior do país por um salário de R$ 10.000,00 !!! Com hospitais caindo aos pedacos! Quando que suplentes valem mais que médicos nesse Brasil? Absurdo!

Arsenio Meneses 11/07/13 - 10:27

Senadores e Deputados, aliás políticos em geral, são o pior lugar onde o dinheiro público é aplicado. A relação Custo/Benefício para esses sujeitos é a pior possível. O Brasil precisa urgentemente de fazer uma limpa nessa área, cortando em mais de 70% os custos com esses espertalhões.

Arsenio Meneses 11/07/13 - 10:18

Cuidado. A proibição de parentes tem que ser de tal forma que Senador não traga como seu suplente os parentes de um outro Senador, burlando a nova lei. Se isso não for considerado o que vai acontecer será uma troca de favores. Os Senadores fecham acordo em grupos de tal forma que "hoje eu trago um parente de um "companheiro" amanhã outro "companheiro" traz um parente meu. Não vamos dar um bobeada dessa e deixar que os crápulas nos enrolem.

Ricardo Monnerat 11/07/13 - 10:17

Facam a conta, essa gente so trabalha terca, quarta e quinta, entao ja estamos em 60% do tempo disponivel. Considerando o nivel da baixaria dos temas abordados, e tambem propostas do Palhaco Tiririca, dos jogadores de futebol, dos radialistas, dos pastores, e demais criaturas que compoem nosso parlamento, 1 em cada 3 tema discutido tem alguma relevancia (conservadoramente, poderia ate dizer 1 em cada 10, ja que existem milhares em atrazo para serem votados). Resulta em 20% do total.

José da Silva 11/07/13 - 10:15

Suplente não é eleito! Tem q acabar com essa figura bizarra, não torná-los vitalícios! Q absurdo! Aconteceu algo com o senador tem q ser declarada a vacância da cadeira e na próxima eleição ela ser preenchida! Ou então se vota em suplente tb mas de forma independente!

Samuel Sales Pessanha 11/07/13 - 10:14

Depois do câncer, vem a AIDS, depois da AIDS vem a infecção hospitalar, ou seja, mesmo que todos os congressistas e senadores entregassem o cargo, aquele lugar está contaminado. E as infecções são mortais para o povo.

Ricardo Monnerat 11/07/13 - 10:12

Quanto maior menos eficiente e menos eficaz eh o Estado. 36% do PIB pagos em impostos e 3% investidos resulta em 30% destinados a gastos. Se os servicos fossem como os do Canada, Noruega, etc ok, porem o que vemos eh algo de terceiro mundo. Melhor seria diminuir o tamanho. Precisamos no maximo de 20% dos deputados e senadores que estao ai, considerando trabalharem 44 horas por semana em assuntos relevantes.

Ricardo Monnerat 11/07/13 - 10:05

Curiosamente, em outro pais da America Latrina os filhos de funcionarios de uma empresa estatal tambem podem suceder seus pais quando estes se aposentam. A qualificacao profissional nao eh levada em consderacao. Bem, nao precisa dizer que esta empresa ja quebrou varias vezes, apesar de explorar o ramo de atividade mais lucrativo do mundo.

Ricardo Monnerat 11/07/13 - 10:00

Quanta energia, inteligencia e recursos gastos com uma questao tao insignificante para o pais como um todo. Sinceramente, estes Senadores e Deputados deveriam estar preocupados em organizar e desenvolver o pais, basta olhar pela janela para ver que falta um montao de coisas. Porem, estao ai discutindo se o filho e a mae podem herdar o cargo de senador ?!?!? ...nao conseguem nem sequer organizar o local onde trabalham.

Anônimo disse...

José da Silva 11/07/13 - 11:51

E ninguém aqui é idiota! Nós sabemos q vcs vão empregar os parentes uns dos outros! Tem q baixar o salário e benefícios desses caras! Eles têm q se aposentar pelo INSS depois de 35 anos de contribuição e com fator previdenciário em cima. Não se aposentar com todas as regalias depois de 1 mandato! Abaixem os seus salários senadores e deputados! A fortuna q vai sobrar vai pagar muita escola, esgoto e hospital !!! #ogiganteacordou #vamprarua

José da Silva 11/07/13 - 11:49

Tem q baixar o salário e benefícios desses caras! Eles têm q se aposentar pelo INSS depois de 35 anos de contribuição e com fator previdenciário em cima. Não se aposentar com todas as regalias depois de 1 mandato! Abaixem os seus salários senadores e deputados! A fortuna q vai sobrar vai pagar muita escola, esgoto e hospital !!! #ogiganteacordou #vamprarua

Nilton Dória de Castro 11/07/13 - 11:38

QUE CONVERSA PARA BOI DORMIR, MEU FILHO VAI PARA OUTRO MUNICIPIO, E VEM ALGUEM PARA CÁ QUANTAENGANAÇÃO

Shishiro Yamada 11/07/13 - 11:20

O Brasil é um país lento de propósito, para as elites nunca perder. Assim foi com a escravidão, que mesmo depois abolida, os senhores exploradore do tráfico negreiro continuaram a obter seus lucros aqui no Brasil. Com a ditadura aconteceu o mesmo , acabou há décadas, mas os políticos daquela época ainda se comportam como se estivessem na ditadura,para continuar a ganhar dinheiro as custas de nossas riquezas.. Ninguém aguenta mais essa mistura de ditadura com democracia.

Luiz a C Lopes 11/07/13 - 11:02

Anteontem o tiroteio que rolou aqui em Stª Cruz,fica bem próximo onde passarão os fiéis da Jornada Mundial da Juventude kkkk.

Luiz a C Lopes 11/07/13 - 10:57

Manifestação contra corruptos sem saques,quebradeiras,pauladas,pedradas e coquetéis molotov nos PPMMs,não é manifestação,é procissão !!

Hélio de Araújo Boavista Junior 11/07/13 - 10:56

POR QUE OS RATOS CORRUPTOS TEM DUAS FERIAS POR ANO?

Delanir Cerqueira 11/07/13 - 10:51

lª Pergunta? Por que tem que ter senado e congresso, uma casa só bastaria... 2ª Pergunta? Porque não acabar com as mordomias dos políticos, rebaixando seus salários e retirando vantagens abusivas, dinheiro que esta faltando para saúde e educação. 3ª Pergunta? Porque senador tem que ter suplente, porque? Sera o senado a casa da mãe Joana. 4ª Pergunta? Os senadores não se tocaram que os tempos estão mudados e que o povo não aceita mais esse uso abusivo do poder e do dinheiro público.

Luiz a C Lopes 11/07/13 - 10:50

PM do Rio é a mais corrupta do Brasil : extra.globo.com/casos-de-policia/policia-militar-do-rio-a-mais-corrupta-do-pais-mostra-pesquisa-8044394.html

Luiz a C Lopes 11/07/13 - 10:50

Eu já sabia kkkk.

Gisely Curado 11/07/13 - 10:28

Canalice pura!!!...mas,qdo o povo se revoltar de verdade, não vai sobrar deputado, senador, vice, muito menos suplentes!!!!!Homens medíocres!!!!!

José da Silva 11/07/13 - 10:28

Tem q baixar o salário e benefícios desses caras! Eles têm q se aposentar pelo INSS depois de 35 anos de contribuição e com fator previdenciário em cima. Não se aposentar com todas as regalias depois de 1 mandato! Abaixem os seus salários senadores e deputados!

Ricardo Monnerat 11/07/13 - 10:23

CONCORDO QUE SE O SENADOR SE AFASTAR A CADEIRA DEVE FICAR VAZIA ATE A PROXIMA ELEICAO, NINGUEM VAI NOTAR.

Vanda Magalhães Vieira 11/07/13 - 10:21

SENHORES SENADORES NÃO SE FAÇAM DE DESENTENDIDOS O QUE NÓS PAGADORES DE IMPOSTOS QUEREMOS NÃO É DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE SUPLENTES NEM QUE ELE ASSUMA A VAG DO TITULAR PERMANENTEMENTE, O QUE QUEREMOS É QUE ACABE A FIGURA DO SUPLENTE, QUANDO HOUVER IMPEDIMENTO PELO TITULALAR ELEITO PELO POVO, QUE ASSUMA O 2º MAIS VOTADO É DIFÍCIL DE ENTENDER ISSO SENHORES SENADORES O SENADO NÃO É UM CLUBE PARTICULA DE SUAS EXCELÊNCIAS É A CASA DO POVO.

Anônimo disse...

Jorge Luis Albuquerque 11/07/13 - 18:09

ESTES CARAS SE FAZEM DE DESENTENDIDOS, TER SENADOR JÁ É MUITO, ENTÃO NÃO VENHAM COM ESTA CONVERSA DE VICE. CHEGA DE FAZER O POVO DE PALHAÇO. SER BRASILEIRO CHEGOU AO PONTO DE ENVERGONHAR MUITA GENTE, INFELISMENTE EU SOU UM DESTES.

Shishiro Yamada 11/07/13 - 15:22

É notícia de hoje no O Globo: Taxa média do cheque especial chega a 150% ao ano, diz Procon. Se a inflação anual no Brail está em torno de 6%, fica uma pergunta para os senadores brasileiros: ISSO É DEMOCRACIA ?

Sidiney Carvalho Costa 11/07/13 - 14:22

A pergunta e : a nova figura de vice senador, vai ganhar salario de senador por toda a legislacao ??? Entao teremos nao 91, mas , sim o dobro ou seja 182. Estou certo ? Alguem pode me esclarecer.

Jon Kenedi 11/07/13 - 12:11

"o suplente deveria ser vice-senador, " - Enquanto se pretende acabar com a figurativa decorativa e onerosa dos vice-qualquer-coisa, o senado quer criar mais um vice: vice-senador! Parece piada!

Jon Kenedi 11/07/13 - 12:07

Como já andaram perguntando por aqui: O que você deve fazer ao encontrar um senador na rua, num restaurante ou no aeroporto? Uma saudação cordial?

Jon Kenedi 11/07/13 - 12:06

Ou os senadores são muito burros, pois ainda não perceberam as coisas, ou então estão provocando o povão.

Anônimo disse...

Os Suplentes só preenchem o cargo para continuar recebendo os polpudos salários, benefícios e auxílios. Isso é uma fábula para o país. E ainda circula no Congresso Nacional com proposta para alterar a Lei da Ficha Limpa. Com essa ideia de Vice-Senador, durante a campanha eleitoral, o candidato a Senador tem que vir a público e mostrar quem seria seu Vice caso ele se afastasse por qualquer motivo, porém tem que ser escolhido pelo voto: para substituição do eleito valeria a ordem decrescente de votos entre todos os candidatos (de forma independente); já o deputado federal mais votado na lista geral, ou o mais votado do mesmo partido do senador, seria o suplente.
Se um senador eleito morre ou aconteceu algo com ele, será declarada a vacância e espera-se até as próximas eleições para que seja eleito um outro senador para aquela cadeira ser preenchida, pois não vai fazer falta.

Anônimo disse...

Não votou porque é suplente do pai e colocar qualquer parente para substituir um Senador prova a total falta de importância do cargo de Senador. Herdar isso me cheira a Senhores de Engenho. Na verdade, eles vão fazer o que já fazem com o pessoal de gabinete: parentes de uns trabalham em gabinetes de outros. Meu filho vai para outro município e vem alguém para cá. ESTA PRÁTICA É RESPONSÁVEL POR PERPETUAR A CORRUPÇÃO EM FAMÍLIAS DE POLÍTICOS.
A independência dos poderes deveria prevalecer: foi para o Executivo, perde o cargo no legislativo, já que perdemos completamente a visibilidade do que os "representantes" estão fazendo. O povo quer ver resultados.
POR QUE OS RATOS CORRUPTOS TEM DUAS FERIAS POR ANO? Eles têm que se aposentar pelo INSS depois de 35 anos de contribuição e com fator previdenciário em cima. Não se aposentar com todas as regalias depois de 1 mandato!

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band