Procure no Blog

19 de out de 2012

FUTEBOL DO PIAUI 2012:SEVERINO FILHO (BUIM) ENTREVISTA JEOVÁ JÚNIOR O NOVO EMPRESÁRIO DO FUTEBOL PIAUIENSE

Júnior: experiência com o Piauí pode continuar

Júnior com a camisa do Piauí: amor ao futebol e vontade de superar desafios.

Com o Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais tendo data para começar - 27 de janeiro de 2013 -, todos os clubes já começam a elaborar seus respectivos planejamentos visando a montagem do plantel, da comissão técnica, os custos a serem feitos, etc. No Piauí Esporte Clube não é diferente. Mas o apoio do meia Júnior, jogador e empresário, ainda não está defionido. Estaria em torno de 70%, admite o presidente Reinaldo Ferreira. Se depender de amor ao futebol piauiense, é possível imaginar que este percentual é bem maiorFalando ao Site do Buim, Júnior disse da experiência que, no seu entendimento, em muitos aspectos, foi válida e gratificante. O Caso Viola, que terminou não dando certo, também foi tema dentro da entrevista, que você confere adiante, na íntegra.

SITE DO BUIM - Qual a avaliação que você faz do investimento de sua empresa junto ao Piauí Esporte Clube, olhando pelo aspecto custo-benefício?:

JÚNIOR - Se pensarmos em apenas como investimento financeiro, o resultado não é bom, mas talvez seja o único fator ruim. Tem muitos outros aspectos, que precisam ser considerados, e todos muito positivos.

SB - Por qual motivo o Piauí foi o time escolhido para este investimento?

J - Varios motivos. Sou piauiense, apaixonado por esse estado, ja conheci muitos outros lugares, e sempre defendi muito o nome Piaui. E tambem, pela figura do sr. Reinaldo, pois ja tinha uma certa admiracao por sua historia e empenho, e apos conhece-lo um pouco melhor, a admiracao se multiplicou muito mais. Cito tambem, conversar e explicar sobre o que é o futebol com o Cesarino, que me transmitiu muita confianca e seriedade e vontade de acertar. Uma pessoa que tenho grande admiracão e respeito, pela sua seriedade e honestidade, dentro do futebol.


Número 10 às costas, Júnior entra em campo com o time do Piauí.

SB - Qual o objetivo principal de sua empresa junto ao time do Piauí ou mesmo ao futebol profissional piauiense?

J - A JMonte é uma empresa, que entrou como patrocinadora, e apôs entrar, como empresario vi que o esporte é disparado a midia mais barata do mercado. Falta, talvez, mais inteligência e trabalho, juntamente com ações de markenting e de aproximação do torcedor. O futebol é paixao, e quando você consegue relacionar sentimentos com marcas, o resultado sempre é muito bom.

SB - Por que o Caso Viiola, no primeiro semestre, não teve final feliz? O que realmente houve de converssa com o jogador e onde a diretoria errou para que a negociação terminasse da forma como ocorreu, com Viiola sentindo-se usado?

J - Com o Viola, conversei varias vezes com ele. Sempre me tratou muito bem, muito gentil e muito disposto em ajudar. Inclusive tenho gravado e-mail`s e mensagens dele, com muito carinho e respeito a mim e ao Piaui. Ele inclusive me ligou algumas vezes, tentando nos ajudar, oferencendo-se, tanto a jogar, como no marketing. Quanta a uma unica reportagem dizendo algo diferente disso, acredito no que o Viola disse a mim. Quanto a imprensa, acredito que ela deva querer contribuir e ajudar o nosso futebol, ate porque é disso que precisamos.

SB - Qual a avaliação que você faz de suas atuações como atleta profissional?

J - Na realidade me preocupo sempre com o resultado do jogo. Quando vou bem tento aprimorar, e quando vejo que poderia ter um desempenho melhor, procuro sempre treinar mais, repetir mais, me esforcar ate o limite fisico, ou as vezes, ate um pouco mais, para que possa ajudar o meu grupo.

Com uma das filhas e um irmão, antes da bola rolar para mais um jogo do Piauí.

SB - Sua atuação diante do Flamengo, no 1° turno da Copa Piauí, ao que pese a derrota, foi considerada a melhor de todas, desde sua estréia. Você também acha assim?

J - Na Copa Piaui, sim, individualmente foi a melhor atuacao, mas fiquei muito triste com a derrota. Em seguida nao tive uma boa atuacao contra o Parnahyba, mas o time ganhou e fiquei muito feliz.

SB - Como é ser patrão e jogador ao mesmo tempo?: Como é o relacionamento do Júnior com os demais atletas?

J - O relacionamento é o melhor possivel, e o tratamento reciproco de respeito e trabalho. No trabalho, sempre procurei, dentro do possivel, ter os melhores resultados, e sempre ser, o que mais trabalhava entre todos. No futebol muito parecido, consequentemente, com respeito e trabalho é natural que se torne reconhecido, como um trabalhador, dando duro, muitas vezes, bem acima do normal. Sou muito feliz, com o relacionamento com todos no Piaui, Ate porque lá, tratamos tudo com muita transparência, respeito e honestidade.

SB - Você sempre participou de todas as atividades - treinos, concentrações, etc. - como qualquer outro atleta, ou o lado empresarial não permitia dedicar-se a este ponto?J - Sim, todos. Realmente não era fácil conciliar, mas encarei esse trabalho e experiencia no futebol, como se fosse a ultima oportunidade, ate porque minha idade, não permite novas experiencias.

Contra o River, na entrada da pequena área, ele acompanha o desfecho do lance, defendido por Robinho.

SB - Porque a camisa 10? Uma preferência normal ou superstição? Você não acha que o peso era mujito maior?

J - Não pedi esse número. Na primeira relação, a comissão técnica me passou a camisa, acredito que pela posição em campo, de meia. Acredito em trabalho, a sorte é consequência de sua dedicação, então indiferente para mim esse numero 10.

SB - Como foi sua trajetória de atleta antes de chegar ao time do Piauí?

J - Sempre fui apaixonado por esporte, e pelos exemplos de pessoa e conduta que ele nos ensina. Desde crianca, como qualquer outro garoto, acompanhava tudo, e me emocianava as realizações, que varios atletas tiveram. Mas não tive oportunidade, por conta do trabalho, de me dedicar ao esporte. Mas, como algo até incosciente, sempre quis treinar, lutar, batalhar, e fazer parte desse mundo. A cada Copa do Mundo, a cada notícia do futebol, me sentia com a vontade de fazer parte disso tudo. Mas o que realmente fez eu tentar, foi o desafio. No próprio time da empresa, era reserva, e considerado um dos piores. Mas quis provar a mim mesmo que, com dedicação e muito trabalho, o resultado aparece. Não acreditava que, pelo meu futebol, pudesse sequer me manter no grupo. E fiquei muito feliz, quando pude ser relacionado e jogar como titular a maioria dos jogos. Isso me motivou a trabalhar e dedicar mais ainda. Acredito que a sua realização, pessoal, não tem preço, não tem valor. Faço esporte, única e exclusivamente, por amor e acreditar nas pessoas, acreditar em servir e ser uma boa pessoa.

SB - E o apoio ao Piauí vai continuar em 2013?

J - Estou na dependência de alguns acertos de patrocínio. As próximas semanas serão importantes para que tudo seja definido.

SB - Se vier a ser procurado por outro time do futebol piauiense, como empresário, você fará algum investimento?

J - Gostaria sim de ajudar a todos dentro do possivel. Minha relação com o Piaui, hoje, é muito forte, mas estaria sim disposto a contribuir com o futebol do Piauí como um todo.

FONTE:SITEDOBUIM.BLOGSPOT.COM

17 de out de 2012

FUTEBOL DO PIAUI 2012:ARBITRAL DEFENIU O CAMPEONATO PIAUIENSE E BARRAS ESTÁ VOLTA JÁ O COMERCIAL ESTÁ FORA

Piauiense 2013: Barras volta, Comercial está fora

Cesarino Oliveira (entre Daniel Araújo e Robert Brown), presidiu o Conselho Arbitral.
Em Conselho Arbitral realizado na tarde/noite desta terça-feira (16), clubes e Federação confirmaram o que já estava alinhavado - o Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais terá seu início no dia 27 de janeiro. Outras duas novidades: Barras está de volta, mas o Comercial está fora do certame.

Dos clubes que participaram do Campeonato Piauiense deste ano, estiveram presentes o Parnahyba (representado pelo seu presidente, José Lima), Flamengo (Jankel Costa), River (Evaldo Carvalho), Piauí (Reinaldo Ferreira), e Caiçara (Francisco Ispo). O Comercial não se fez representar, enquanto o 4 de Julho confirmou sua participação em documento escrito e Picos, ainda sem presidente, acenou positivamente, através de Paulo Laureano, que deverá ser guindado ao cargo maior da SEP.

Barras e Cori-Sabbá, que pediram licença no início do ano, confirmaram retorno, representados por Manin Rêgo e Martinho Santos, respectivamente. As principais definições do Conselho Arbitral foram as seguintes:

QUEM JOGA O CAMPEONATO

Cori-Sabbá, Flamengo, River, Piauí, Barras, 4 de Julho e Parnahyba. Estes já estão confirmados. Picos e Caiçara devem faze-lo, oficiallmente, até quinta-feira. O time pricoense está regularizando a sua diretoria, com Paulo Laureano devendo assumir a presidência da equipe. Ele deve confirmar o time na quinta-feira. O Caiçara, por sua vez, apresenta problemas para mandar seus jogos, uma vez que o Deusdedit de Melo encontra-se interditado. O prazo para apresentar uma solução também termina nesta semana.

Jornalistas, dirigentes e torcedores acmpanharam a reunião no auditório da FFP.
 QUANDO COMEÇA O CAMPEONATO

Ficou decidido que a largada da competição será no dia 27 de janeiro de 2013, com término previsto para o mês de maio.

A FÓRMULA DE DISPUTA

A mesma deste ano, por obediência ao Estatuto do Torcedor. Todos os clubes participantes jogarão entre si, ida e volta, em turno único. Os quatro melhores classificados prosseguem na competição, jogando a fase semifinal, saindo, desta, os dois finalistas do campeonato. A única alteração é nos jogos semifinais e finais, onde o saldo de gols dos confrontos não serão critério para desempate. Desta forma, nas semifinais ou nas finais, se um time ganhar por 2 a 0 e perder o segundo jogo por 1 a 0, será jogada a prorrogação. Neste tempo extra é que a equipe de melhor índice técnico jogará por um simples empate.

A PREMIAÇÃO

O time campeão receberá uma premiação em dinheiro, no valor de R$ 50.000,00, bem como o valor total do dinheiro arrecadado com o Fundo de Reserva do Campeonato (10% da renda bruta de todos os jogos da cmpetição).

QUEM VAI PARA AS COMPETIÇÕES DA CBF

O campeão será o representante do futebol piauiense na Série D de 2013 e na Copa do Brasil de 2014. A segunda vaga da Copa do Brasil de 2014 será do time campeão da Copa Piauí. O time campeão não participará da Copa Piauí.

QUAIS SERÃO OS CAMPEÕES DE TURNOS

Da mesma forma que em 2012, simbolicamente, os campeões de turno serão os times que, ao final das fases de ida e de volta, separadamente, obtiverem melhor índice técnico.
 
FONTE:SITEDOBUIM.BLOGSPOT.COM

15 de out de 2012

FUTEBOL DO PIAUI 2012:FFP DEFINE CALENDÁRIO DE 2013

Calendário 2013 da Federação de Futebol do Piauí


Campeonato Sub-18 sai do calendário, dando lugar ao Sub-17 e Sub-20.

Já está definido o calendário de competições da Federação de Futebol do Piauí, em sintonia com os eventos da CBF com participação do futebol piauiense. Uma das novidades é a inclusão de quatro competições de categorias de base, destinadas às faixas estárias até 12, 15, 17 e 20 anos, desaparecendo o Campeonato Sub-18. Não havendo problemas de ordem superior, o cronograma a ser seguido é o seguinte:

JANEIRO - MAIO

Campeonato Piauiense da 1ª Divisão de Profissionais

JANEIRO - ABRIL

Copa do Brasil de Futebol Feminino, com o Tiradentes representando o futebol piauiense.

MARÇO - JULHO

Campeonato Piauiense de Futebol Sub-12

Campeonato Piauiense de Futebol Sub-17


ABRIL - NOVEMBRO

Copa do Brasil, com Parnahyba e Flamengo representando o futebol piauiense.

MAIO - AGOSTO

Campeonato Piauiense de Futebol Sub-15

Campeonato Piauiense de Futebol Sub-20

JUNHO - OUTUBRO

Campeonato Brasileiro - Série D - o representante do futebol piauiense deverá ser o campeão piauiense de 2013, mas a definição sobre esta vaga deve acontecer no Conselho Arbitral do próximo dia 16.

JULHO - OUTUBRO

VI Copa Piauí de Futebol Profissional, com a participação dos seis primeiros colocados do Campeonato Piauiense de 2013.

SETEMBRO - NOVEMBRO

Campeonato Piauiense da 2ª Divisão de Profissionais

Copa Piauí de Futebol Feminino     Curso de Árbitros: inscrições prorrogadas até 2ª feira



Inscrições para curso de árbitros terminam nesta segunda-feira.



Se você perdeu o prazo para inscrever-se no Curso de Formação de Árbitros que será promovido pela Federação de Futebol do Piauí, em parceria com o Sindicato dos Árbitros de Futebol Profissional, tem agora uma nova oportunidade para fazer sua matricula. O dia fixado para encerramento das inscrições, que terminaria no dia 05 de outubro, foi prorrogado para o dia 15, nesta segunda-feira.



Os interessados têm até 18 horas desta segunda-feira (15) para comparecer à sede da Federação de Futebol do Piauí e efetuar sua respecitva inscrição. De acordo com o edital, poderão se inscrever candidatos de ambos os sexos, desde que preencham os seguintes requisitos:



1 - Ser Brasileiro, ou, se estrangeiro, estar com permanência regular no Brasil;

2 - Estatura Mínima: 1,65 m (para sexo masculino) e 1,60m (para o sexo feminino);

3 - Ter idade mínima de 18 anos e máxima de 30 anos (nascidos entre 1982 a 1994);

4 - Preenchimento da Ficha Individual de Inscrição;

5 - Cópia da Carteira de Identidade, CPF e Comprovante de Residência;

6 - 02 (duas) fotos 3X4;

7 - Comprovante de Escolaridade: Apresentar Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou Declaração que estar cursando a 3ª série do Ensino Médio;

8 - Efetuar pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 100,00 (cem reais).



O Candidato para participar do processo seletivo para o Curso de Árbitros de Futebol – Edição 2012/2013, deverá efetuar o pagamento da Taxa de Inscrição no valor de R$ 100,00 (cem reais), cujo pagamento deverá ser efetuado no ato da Inscrição.



CLIQUE NO LINK ABAIXO E VEJA O EDITAL DO CURSO



http://ffp-pi.com/novo/ceaf_informativo_completo.php?id_infor_ceaf=4   FONTE:SITEDOBUIM.BLOGSPOT.COM

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band