Procure no Blog

11 de out de 2012

FUTEBOL DO PIAUI 2012:FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO PIAUI APOSTA NO SUB-23


Confirmada a disputa do Inter-bairros sub-23



Cesarino Oliveira: "Federação quer dar oportunidade para descoberta de novos talentos"

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (10), na sede da Federação de Futebol do Piauí, foi confirmada a realização do Campeonato de Seleções Inter-Bairros Sub-23, que deverá contar com a participação de 40 equipes dos mais diversos bairros da capital piauiense. Na mesma oportunidade, ficou acertada a criação da Liga de Futebol da Grande Teresina.

Com a coordenação do radialista Francisco Costa, a Liga, a princípio, realizará o evento com a chancela da FFP. De acordo com o cronograma estabelecido, a competição deverá ser iniciada no dia 03 de novembro. O prazo para inscrições das equpes já está aberto e vai até o próximo dia 18 de outubro.

Outro ponto pacífico diz respeito à fórmula de disputa. As 40 seleções jogarão em sistema de eliminatória simples, com jogos de ida-e-volta, classificando-se os vencedores dos 20 confrontos para a segunda fase. A mesma fórmula mata-mata também será aplicada nas fases 2 e 3 do certame. Restarão cinco seleções na quarta fase.

Na penúltima fase, as cinco classificadas irão para um sorteio, onde serão conhecidos os novos confrontos. O primeiro finalista sairá do confronto A x B. O segundo finalista será conhecido depois de dois confrontos: C x D e o vencedor deste contra o time E. Os times ocuparão as posições A, B, C, D e E através de sorteio na FFP.

A competição será disputada com atletas na faixa etária sub-23. Todavia, aqueles que estiverem dentro deste limite de idade, mas que já tenham jogado Campeonato Piauiense ou Copa Piauí, não poderão atuar. Segundo Chico Costa, radialista e coordenador, "esses atletas já são revelados, já chegaram ao futebol profissional, e a competição é para buscar novos talentos". O presidente da FFP, Cesarino Oliveira, também está otimista quanto a possibilidade de revelar talentos: "já tivemos isso no passado e acho fundamental que novamente os clubes profissionais vejam o atleta do bairro, que está escondido e não é visto. Acredito que poderemos revelar muitos talentos neste novo certame".

FONTE:SITEDOBUIM.BLOGSPOT.COM

Um comentário:

Anônimo disse...

LFGT, foi quase LGBT. Faltou aprovarem estatuto e diretoria pra seguirem em frente no propósito e em lugar nenhum tudo o que é imposto é bem vindo.

A Federação não deveria assumir isso, até porque de profissional não vai ter nada. Nem os dirigentes aparecerão em bairros no poeirão (afinal, estádio de bairro nesse estado jamais servirá pra profissional) e há uma manifesta e incontesta sociodependência com a prefeitura, ou seja tudo vai depender do resultado das urnas, porque infelizmente as coordenações esportivas são loteadas como capitanias hereditárias.

Se é grande Teresina, cadê as inscrições para as cidades circunvizinhas, e uma ampla integração sócio-cultural, afinal uma coisa está atrelada a outra? Temos a grife da Copa Semel em compensação pra prestigiar clubes nessa mesma monta.

Por fim, não precisamos de mais competições, precisamos viabilizar o negócio, angariando novos torcedores. Com reação à base, alguém aí lembra por que tivemos Copa Piauí e Torneio da Movimentação? Não era pra mostrar jogadores dessa idade não?

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band