Procure no Blog

17 de set de 2012

COPA PIAUI 2012: DEU GALO NO MAIOR CLÁSSICO DO FUTEBOL PIAUIENSE

River vence clássico com direito a gol de bicicleta No primeiro tempo, River e Flamengo fizeram um jogo bem equilibrado. Num jogo de ótimo nivel técnico, o River levou a melhor e voltou a vencer o clássico Rivengo, na tarde deste domingo (16), por 3 a 1, com direito a um golaço de bicicleta, marcado pelo zagueiro Jó, nos minutos finais da partida. O resultado mantém o River no páreo pelo título do segundo turno da Copa Piauí. Apesar do público ainda ser bem distante das tradições do maior clássico do futebol piauiense, o Rivengo agradou aos torcedores que foram ao Lindolfo Monteiro. O jogo foi bastante equilibrado, como era de se esperar. E tanto Flamengo quanto River criaram várias oportunidades de gol. Todavia, o momento maior do futebol só veio mesmo nos minutos finais do 1º tempo. Aqui o lance é na área do River, mas Robinho consegue evitar o perigo. Aos 42 minutos, Tote fez grande jogada pela direita - já tinha feito várias - e cruzou para a área. A bola passou por Kamar, mas não por Binha. O volante entrou de peixinho e marcou um belo gol, com a bola estufando as redes do goleiro Robson. Festa da torcida tricolor que, no entanto, comemorou por muito pouco tempo. Dois minutos mais tarde, Marcos Portugal fez jogada individual pela esquerda do ataque rubro-negro. Passou por dois adversários e chutou no ângulo de Robinho, igualando o clássico para alegria da torcida do Flamengo. Resultado justo para um grande primeiro tempo das duas equipes, onde Célio (Flamengo) e Tote (River) foram dois destaques. Por alguns momentos, o clássico foi tão equilibrado que até na coreografia havia igualdade. Na fase complementar, o panorama não se modificou e os dois times recomeçaram o clássico de forma equilibrada. Todavia, o River começou a melhorar com Maranhão se sobressaindo, enquanto Célio caía de produção pelo lado contrário. Logo aos cinco minutos, e, mas a bola saiu pela linha de fundo, assustando a torcida rubro-negra. Tote voltou a chutar com perigo, minutos mais tarde, chutando forte, com a bola chocando-se contra o travessão de Robson. Em seguida, foi a vez de Maranhão chutar forte e Robson praticar bela intervenção, mandando a bola para escanteio. O segundo gol riverino estava amadurecendo. Até que Jardel serviu a Maranhão, com o atacante completando para as redes de Robson, que não conseguiu evitar o segundo gol tricolor. O melhor do clássico, porém, ainda estava por vir. Aos 44 minutos, Jó, de bicicleta, marcou o terceiro gol do River, coroando o clássico com um dos gols mais bonitos do Estádio Lindolfo Monteiro. FICHA TÉCNICA RIVER 3x1 FLAMENGO (V Copa Piauí - 2º Turno - 3ª rodada); Data: 16-09-2012 (domingo à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Afonso Amorim de Sousa, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Karol Vinícius Mendes Soares Martins. Renda: R$ 4.250,00 com 678 pagantes (258 não pagantes). Público total: 876 pagantes. Gols: Binha (cabeça) 42 e Marcos Portugal 44 do 1º tempo; Maranhão 29 e Jó (bicicleta) 44 do 2°. River - Robinho; Leandro, Renan (Crislan) e Jó; Tote, Binha, Tela, Péricles (Rogério Manaus) e Jardel; Anderson Kamar (Júnior Tatu) e Maranhão. Técnico: Joaquim de Oliveira Lemos Júnior (Aníbal Lemos). Flamengo - Robson; Marcelão, Laércio e Wildinho; Jorginho (Gauchinho), Célio, Teté, Flavinho e Samuel (Marcos Vinícius); Ítalo e Marcos Portugal (Bruno Potiguar). Técnico: Oliveira dos Santos Lopes (Oliveira Canindé). FONTE:SITEDOBUIM.BLOGSPOT.COM

7 comentários:

Anônimo disse...

Sempre achei a ideia das copas estaduais ótimas, pois servem para manter os times em atividade e para planejar e testar jogadores para as competições mais importantes. A questão é que nem dirigentes e nem torcida pensam assim. Aqui em São paulo a copa paulista tá cada vez mais esquecida, com estádios vazios e não empolga nem com os clássicos regionais que antigamente lotavam estádios só com a rivalidade de uma cidade contra outra.

Alguns estados como o Paraná nem copa estadual mais tem por falta de time, santa catarina parece ir para o mesmo caminhho ( a copa SC começou ontem com apenas 4 times), no sergipe a copa também teve apenas quatro participantes, em minas gerais está uma bagunça só com times sem interesse.

O que fazer com o segundo semestre dos times alternativos? Fechar as portas por todo o segundo semestre, ou tentar reformular as copas? tem alguma maneira deixar esse tipo de competição "mais agradável" ?

Anônimo disse...

Justiça penhora campo do Ferroviário, por dívida com jogadores
O clube foi surpreendido com a notícia do oficial de Justiça nesta quarta-feira. As dívidas são referentes a dois jogadores de futsal

Este ano de 2012, definitivamente, ficará marcado na história do Ferroviário. Depois de escapar do rebaixamento para a segunda divisão estadual no tapetão, o clube agora teve seu campo, na Vila Olímpica Elzir Cabral, penhorado.
Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM, o vice-presidente do clube, Edmilson Alves Junior, declarou que são duas penhoras, por causa de dois jogadores de futsal, um estaria cobrando R$ 35 mil e outro R$ 25 mil.
- Em dezembro, o Ferroviário foi intimado na condição de reclamado para uma audiência e não compareceu, não foi ninguém para a audiência, além do reclamante. Aí o juiz decretou ganho de causa do reclamante. O oficial de Justiça chegou aqui e me surpreendeu - explica Edmilson.
O dirigente afirma que fez um levantamento com funcionários do clube para identificar que jogadores seriam esses, mas não acharam qualquer registro. Como não cabe mais recurso à decisão, o clube tentará acordo judicial com os envolvidos, a fim de evitar que o campo vá para leilão posteriormente
- Jogador profissional te garanto que não é. Não encontramos os nomes desses jogadores no nosso quadro de atletas. Amanhã (quinta-feira), nosso escritório vai abrir o processo para identificar essas pessoas.
Dívidas giram em torno de R$ 600 mil
O vice-presidente do Ferroviário também informou ao GLOBOESPORTE.COM que as dívidas do Ferroviários são de cerca de R$ 600 mil. Metade desse valor, segundo Edmilson, é somente de INSS, FGTS e dívidas junto ao fisco federal. Atualmente, o Tubarão conta com 96 causas trabalhistas pendentes.
- Nossa situação está angustiante. Isso é só a ponta do iceberg. Toda semana chega gente aqui com causa trabalhista. Isso tá sendo rotina pra gente. Fizemos levantamento e vimos que, a cada R$ 4 reais que nós administramos nessa gestão, R$ 3 foram pra pagar pendências de gestões anteriores.
As contas deixam o clube com planejamento comprometido e um futuro preocupante. Para o Estadual 2013, não há qualquer argumento para acreditar que o time haverá de fazer diferente de 2012.

Anônimo disse...

o futebol do nosso estado esta cada vez mais no fundo do poço, e não nenhum sinal sair de lá tão cedo, sou piauiense, mais há 4 meses estou morando em imperatriz no ma, mesmo não sendo grandes coisas o futebol daqui é muito mais organizado que o nosso, só pra vcs terem uma idéia, o sampaio correia subiu para a série c invicto com o estadio castelão e m saõ luis lotado, mais de 40mil torcedores, o uniforme do sampaio é fornecido e confeccionado pela dalponte, o time daqui da cidade de Imperatriz também tem seu material esportivo confeccionado pela dalponte, e acreditem é patrocindao pelo banco BMG, isso é uma vergonha pro futebol do piauí, time do interior do ma, muito mais organizado que qualquer time da capital do piauí, não estou desmerencendo o interior do maranhão mais é só uma comparação, o estadio daqui dá de 10 a 0 no lindolfo monteiro. o futebol aqui não nenhuma maravilha longe também de ser, mais o do paiuí não chega nem perto. só pra concluir os salários dos jogadores do samapio correia estão todos em dia do Imperatriz também, é chato ter falar do futebol de outro estado, mas serve para vermos o quanto os dirigentes e governantes são medíocres.

Anônimo disse...

Ridículo é o público que o Sampanha trouxe na última quinta-feira contra o São José de Ribamar.

A Copa União teve que dar uma parada felomenal para que o Soapanha pudesse completar seu número de jogos, sendo que o tubarão de lá tá na mesma situação do tubarão de cá na copa estadual (ridículo ter que esperar pra isso se uma das vagas da Copa do Brasil já está decidida). Seu Imperatriz vai ficar com 15 dias sem jogar. Federação 10!

Só não é mais ridícula que domingo vai ter escolinha do São Paulo x Clube de Regatas Flamengo (com cobertura da imprensa, ainda por cima). Como eu queria uma overdose de Rivengo pra esse dia! Sem falar que criaram mais um troféu (o que vem faturando o mercado desse platinado nos últimos meses). Se houver disputa de pênaltis no primeiro jogo é muita confusão na cabeça do torcedor, fora que o regulamento da Copa Piauí foi tão ridículo quanto. Flamengo x Piauí fizeram um jogo às moscas, porque estava tudo decidido.

MT vai passar do PI no ranking das federações, e fomos pior nesse ano que Rondônia, por muito pouco o Comercial não foi o último da Série D. Foi bom pra você, FFP?

Anônimo disse...

O que o Sampaia vem servindo de "exemplo" pros mafrenses não tá no script. Só quero dizer uma coisa. Se hoje é o 9ª maior média de público do Brasileirão com 13 mil e chegou a colocar 40 mil naquele fatídico jogo da abertura do Castela e 30 mil no último jogo, não precisa ser um gênio da matemática pra dizer que a média de público antes disso foi por demais ridícula, comparada com os áureos tempos do nosso futebol, só que nos anos 2000.

Anônimo disse...

Afora que no "jogo da classificação" pra segunda fase. Fizeram uma campanha pra colocar 10 mil pessoas no Nhozinho Santos e só apreceram 5 mil.

Anônimo disse...

* apareceram

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band