Procure no Blog

7 de abr de 2011

FUTEBOL DO PIAUI 2011:CBF BARRA FUTEBOL PIAUIENSE DO CENÁRIO NACIONAL


Em reunião de assembléia geral realizada na sede da Confederação Brasileira de Futebol, por unanimidade, atendendo a exposição de tema pela própria CBF, as 26 federações de futebol do Brasil decidiram oficializar o boicote à Federação de Futebol do Piauí. A partir de hoje (06), nenhum jogador será transferido por nenhuma Federação paa o Piauí. O presidente da FFP, Cesarino Oliveira Sousa, já está ciente do problema, informado de que a transferência de atletas para clubes do Piauí já está suspensa pela CBF.

Para tornar prático o que decidiu em assembléia geral, a CBF travou o acesso, por parte da Federação do Piauí, ao programa de inclusão de jogadores no BID-Boletim Informativo Diário. Sem acesso ao sistema online da entidade, o departamento de registros e transferências da FFP, desde a tarde de hoje, não consegue mais regularizar nenhum profissional que esteja sendo vinculado aos clubes piauienses.

A medida causou certo desconforto entre os dirigentes, mas Cesarino Oliveira estranhou muito mais pelo fato da CBF estar ferindo a Constituição Federal. "Com esta medida, a CBF está impedindo que um atleta profissional trabalhe no Piaui, quando a Constituição Federal assegura o direito de ir e vir dentro do nosso país. Em seu artigo 5°, a Carta Magna do país garante a qualquer brasileiro o direito ao trabalho. Se o atleta profissional está tendo esse direito tolhido pela CBF, vamos defende-los e também acionaremos o Sindicato dos Atletas Profissionais para se manifestar e agir sobre a questão".

De fato, a inconstitucionalidade da medida é clara. A Constituição Federal, em seu artigo 5°, no inciso XIII, diz que "é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer". O direito de ir e vir também está sendo violado. Sobre o Campeonato Piauiense, previsto para começar neste domingo, o presidente da FFP manteve a rodada. "Vamos fazer o campeonato com ou sem CBF. Mas não recuaremos um passo do direito que a legislação do país nos garante".

ENTENDA O PROBLEMA

Em 15/12/2010, na eleição para a escolha do novo presidente da Federação de Futebol do Piauí, o candidato da situação, Luis Joaquim Lula Ferreira, vence por 14 votos, contra 13 dados a Cesarino Oliveira Sousa. Alegando ilegalidade na candidatua de Lula Ferreira, que não teria prstado contas dos exercícos de 2008 e 2009, o grupo de Cesarino provoca o Tribunal de Justiça Desportiva para impugnar Lula Ferreira.

João José Barbosa, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí, despacha o pedido se julgando incompetente para apreciar a matéria e sugerindo que os requerentes busquem a justiça comum. Ajuizada a ação, o juiz Orlando Martins Pinheiro concedeu liminar, impugnando a candidatura de Lula Ferreira e dando posse imediata a Cesarino Oliveira, no dia 10 de janeiro.

Por entender não terem se exauridos todos os prazos da Justiça Desportiva, a CBF não reconhece Cesarino Oliveira e hoje, na assembléia geral, propôs o isolamento da FFP e sua ausência das competições nacionais. Nesta quarta-feira (07), dirigentes de clubes e da FFP voltam a se reunir para discutir o problema, mas a FFP manteve, até a noite de hoje, a realização do certame a partir do próximo domingo.


FONTE:SEVERINO FILHO (BUIM) ACESSEPIAUI

Nenhum comentário:

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band