Procure no Blog

4 de abr de 2011

FUTEBOL DO PIAUI 2011; TORNEIO INICIO BARRAS LEVA O TROFÉU QUE ABRIU A TEMPORADA






Numa tarde em que houve de quase tudo, o Estádio Municipal Lindolfo Monteiro foi reaberto pela Prefeitura de Teresina com a realização do Torneio Início do Campeonato Piauiense, promovido pela Associação dos Cronistas Desportivos do Estado do Piauí (APCDEP). Com a participação de cinco times, o torneio teve cinco jogos e um campeão que fora eliminado nos pênaltis: o Barras Futebol Club. Campeão depois de eliminado? É isso mesmo que você leu.

Com a presença de apenas 5 times, o torneio começou com a vitória do Flamengo sobre o Piauí, por 1 a 0, gol de Denis. No segundo jogo, River x Barras, houve empate em escanteios e cartões amarelos. Nos pênaltis, vitória riverina por 3 a 2. Barras eliminado? O normal seria isso. Mas devido o não comparecimento de Picos, 4 de Julho e Princesa do Sul, que teriam confirmado presença, a APCDEP resolveu reaproveitar o Barras, que empatara no tempo normal, para atuar como adversário do Comercial, para o certame não ter apenas quatro jogos. Diante do campeão piauiense, Barras classificou-se nos escanteios depois de 0 a 0 no tempo normal. O Rivengo foi o jogo seguinte e o River venceu o Flamengo por 1 a 0, gol de Joãozinho.

Na cobrança de pênaltis do segundo jogo, Max aplica a "cavadinha" em Fábio. Repare que o goleiro do River já caiu para o canto esquerdo, enquanto a bola, chutada levemente por Max, está entrando no meio do gol, sem problema (Foto: Severino Filho).

Depois do golaço de pênalti, o meia Max sai como quem não fez nada demais, ou seria demax? (Foto: Severino Filho).

Veio a decisão e mais um fato inusitado. Após o empate sem gols, River e Barras foram para a disputa dos tiros livres da marca do pênalti. Veja, pela ordem, como foi a disputa:

Neném (River) – perdeu, com defesa do goleiro Baby
Teles (Barras) – converteu – Barras 1 a 0.
Ranielson (River) – perdeu, chutando na trave.
Max (Barras) – converteu – Barras 2 a 0.
Ernesto Júnior (River) – perdeu (chutou por cobertura, sobre o gol de Baby).
Rafael (Barras) – perdeu, com defesa de Fabio.
Thiago Sousa (River) – perdeu, com defesa do goleiro Baby.
Rildo (Barras) – converteu – Barras 3 a 0.

Resumo da ópera: o River perdeu todos os pênaltis que cobrou e com isso perdeu o título, nos pênaltis, para o time que ele próprio já havia eliminado, também nos pênaltis, no segundo jogo da tarrde. Mas, por falar em pênalti, dos 14 que foram cobrados na reabertura do Lindolfinho, o que Max converteu no segundo jogo, usando a cavadinha sobre o goleiro Fábio, foi o mais bonito. Pela coragem e precisão do seu cobrador.

Ao final do torneio, o diretor Evaldo Carvalho, do River, recebeu o troféu de vice-campeão, entregue pelo secretário municipal de esportes e lazer, Humberto Mariano, enquanto o capitão do Barras, Neném, recebeu o troféu de campeão das mãos do prefeito Elmano Ferrer. Uma última curiosidade: com bola rolando, foram marcados apenas dois gols, exatamento por dois jogadores que atuaram com a camisa 6: Dênis (Flamengo) e Joãozinho (River).

QUEM JOGOU

Piaui – Emanoel, Thiago Codó, Anderson, Felipe Siqueira, Toni, Gedeon, Danilo e Jacob Júnior (supervisor), em pé; Chapadinha, Jessé, Charles, Éder e Teté, agachados.

Flamengo – Carlos Henrique, Da Roça, Buda, Wenderson, Washington e Rafael Damasceno (preparador físico), em pé; Índio, Maurício, Clebinho, Igor, Natan, Dênis e Amâncio Neto (massagista), agachados.

River – Eduardo Zecão (fisicultor), Leandro, Ângelo, Negretti, Chicão, Joãozinho, Fábio e Deoclécio Neto (preparador de goleiros), em pé; Felipe Silva (fisicultor), Moisés, Ranielson, Antônio Carlos, Diego e Ernesto Júnior, agachados.

Barras – Neném, Leandro, Denis, Rildo e Juba, em pé; Cláudio, Teles, Max, Damisson e Rafael, agachados. O goleiro Baby estava se aquecedno no momento da foto.

Comercial – Márcio (preparador de goleiros), Cristiano (fisicultor), Arnaldo, Neto, Tiaguinho, Crislan, Beto e Preto, em pé; Bomba (massagista), Isael, Toni, Evandro, Bezerra, Ivanzinho e Barata, agachados.

A DECISÃO

RIVER 0x0 BARRAS (Torneio Início - 5° jogo - Final); Data: 03/04/2011 (domingo); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Francisco Nurisman Machado Gaspar, auxiliado por Márcia Fernanda Vieira e José Nilton da Costa.

Renda: R$ 2.477,00 com 536 pagantes.

Barras - Beibe; Cláudio, Dâmisson(Rodrigo), Juba e Neném; Taxinha, Rildo, Rafael e Max; Leandro e Teles. Técnico: Denilson Azevedo.

River - Fábio; Ângelo, Leandro, Chicão e Joãosinho(Samuel); Ernesto Júnior, Antônio Carlos(Tiago Sousa), Negreti e Diego; Ranielson e Moisés(Neném). Técnico: Oliveira Canindé.

FONTE:SEVERINO FILHO \9BUIM) ACESSEEPIAUI

Nenhum comentário:

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band