Procure no Blog

18 de abr de 2011

FUTEBOL DO PIAUI 2011: AUDIÊNCIA PÚBLICA PODE DAR FIM A NOVELA CBF E FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO PÍAUI

Para sua segurança, imagens externas não são exibidas automaticamente.
Mostrar imagens deste e-mail | Sempre mostrar as imagens
As imagens externas estão sendo exibidas. Não mostrar as imagens

Não mostrar mais esta mensagem
Cancelar Continuar

Em audiência pública realizada no Teatro da Assembléia Legislativa do Piauí estiveram reunidos esta manhã deputados estaduais, o presidente da Federação de Futebol do Piauí Cesarino Oliveira, representante da OAB Secção Piauí, Jairo Cavalcante, Desembargador Augusto Falcão presidente do Tribunal de Justiça do Estado, além de dirigentes das agremiações locais e amantes do futebol.

A audiência teve como objetivo discutir a relação tumultuada da Federação de Futebol com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e foi proposta pela deputada Flora Isabel (PT). Muitos presentes defenderam a tentativa de fazer ressurgir das cinzas o futebol piauiense, entre eles o Vice Governador do Estado José Filho, o representante da OAB, Jairo Cavalcante, deputado Mardem Meneses (PSDB), o atual presidente da FFP-PI, Cesarino Oliveira alem da própria deputada, Flora Isabel .

Todos estavam de acordo ao afirmar que o futebol piauiense não pode ser rebaixado à categoria de amador pela CBF, e que o problema é mais pessoal que profissional. Ao decidir excluir a FFP do futebol profissional nacional a CBF não apenas prejudica a atual diretoria da entidade, mas fere a Constituição em seu Artigo 5º, inciso XIII que rege que todos têm direito ao trabalho. Agindo dessa forma a CBF impede que jogadores profissionais possam atuar no futebol piauiense.

O que deveria ser uma audiência calma pra resgatar o futebol piauiense já tão sofrido terminou em baixaria. Ao pedir a palavra, o ex-presidente do River Atlético Clube, Haroldo Francisco expôs provas de que o ex-vice presidente da CBF, Alfredo Nunes tinha sim influências perante a instituição máxima do futebol brasileiro.

Mostrando total descontrole, Alfredo Nunes agrediu verbalmente o ex-dirigente, chamando-o de “moleque canalha”, também citou o cronista esportista Deusdeth Nunes, o Garrincha como o “o rei da maldade humana, Tentando acalmar Alfredo Nunes, alguns presentes interviram em suas declarações. Robert Brown representante do time do Barras Futebol Clube que acompanhava a audiência, recebeu gratuitamente de Alfredo a denominação de “negro sem vergonha, negro escroto”. Considerando que o racismo é crime inafiançável, Robert Brown prestou “queixa-crime” contra Nunes no 12º Distrito Policial da capital.

E a novela FFP X CBF ainda tem muitos capítulos pela frente!

FONTE:Anderson Sousa

Nenhum comentário:

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band