Procure no Blog

23 de abr de 2010

FUTEBOL DO PIAUÍ 2010: FLAMENGO DISPENSA SETE JOGADORES

Em poucos dias de trabalho após seu retorno ao Esporte Clube Flamengo, onde encontrou 34 jogadores no elenco do time principal, o técnico Paulo Ricardo Moroni decidiu pela dispensa de sete deles, dentre os quais o meia Thiago Maia e o atacante Joniel, que já faziam parte do grupo desde a disputa do Campeonato Piauiense do ano passado.

A justificativa do treinador foi bem clara: "Precisamos de qualidade, não quantidade". Para muitos observadores, Thiago Maia e Joniel podem até não atravessar um grande momento, mas cabem entre 22 jogadores de qualquer time que dispute o Campeonato Piauiense. Para outros, não há mistério. O futebol de Thiago Maia nunca foi do agrado de Moroni, e quanto a Joniel, a conduta disciplinar foi decisiva.

Além de Thiago Maia e Joniel, foram dispensados Pará, Flávio, Gaúcho, Júnior e Maureni, todos contratados mas que, ao contrário de Thiago e Joniel, não jogaram nenhuma partida do atual campeonato. Após as dispensas, o time volta a treinar nesta sexta-feira, onde o técnico Paulo Moroni deverá definir a relação dos 18 jogadores que irão para a concentração visando a estréia no returno, diante do 4 de Julho, domingo próximo, no Albertão.

FONTE:SEVERINO FILHO(BUIM)ACESSEPIAUI

2 comentários:

Anônimo disse...

Minha opinião e ideia sobre campeonato.. É interessante observamos o quanto o futebol movimenta as grandes e pequenas cidades do nosso Brasil. há observamos São Paulo, Rio de Janeiro, e não é preciso ir longe para se ver um bom público nos estádios é só olhar nossos vizinhos Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba.. e quando se fala do Piauí o público é "zero" porque se formos ver ao pé da letra só participam aqueles mais antigos torcedores que acreditavam no bom e velho futebol das décadas passados. Mais porque isso acontece? é simples falta de incentivo por parte dos próprios piauienses que dão valor ao que é de fora. Sendo, ainda, que existe um grande monopolio, na verdade uma ditadura onde so poucos querem mandar. olhemos para o Campeonato Piauiense de Futebol só tem mais ou menos uns 8 clubes que fazem dois turnos e duas divisões. Ai olhemos o Campeonato Piauiense de Futebol Amador onde existem mais de 100 clubes, se observarmos é dado mais ênfase a esse campeonato que o próprio campeonato profissional. E porque nao unir os mesmo? tornar os clubes amadores em profissionais? claro que não se não outros entrariam para mandar e é o que esse atuais não querem. Mais teriamos com certeza um campeonato mais disputado e com a participão de todo o Estado, mais falo, todo Estado mesmo. Ai poderia se fazer uma 1° e 2ª divisão onde se daria muito mais alegria, onde se veria muita disputa por ser mais dificil o acesso a 1°. Mais isso depende de mim? de você? não! depende desses ditadores que querem e acham que o futebol piauiense é deles e o que vale é o que eles mandam. Minha ideia seria essa tornar um campeonato mais competitivo e rendável tanto visivel como financeiramente no nosso Piaui com a participação de todos os municipios sem excessão para que pudessemos fazer um grande espetáculo e quem saber viver momentos de alegria impar. Weslley Demes

Anônimo disse...

Não é só aqui não. O Maranhão sofre com essa falta de público. Tanto é que a final do primeiro turno da Copa União foi jogada numa segunda-feira, para não concorrer com a "simples" semifinal entre Vasco X Flamengo.
Creio que no Ceará também; o público do interior é um fiasco, que só se salva quando os grandes jogam lá. Tudo se resolveria com a participação dos clubes piauienses (ou melhor, dos times da capital) na Copa Nordeste. Por exemplo, abriu-se uma vaga no Nordestão com a desistência do Sport Recife; onde estão os nossos dirigentes e a Federação para pleitear ao menos uma seletiva para podermos participar? Tais cartolas andam tanto com a síndrome do complexo de inferioridade, que até mudando a conformação regional do Brasil e fazendo parte da Liga do Norte, eles aceitam. A verdade é uma só: eu quero o Flamengo-PI no Nordestão, mesmo que não valha uma vaga na Sulamericana, porque nós somos do Nordeste. Será que é preciso lembrar isso?
Outro fato: aprovou-se no Conselho Arbitral do ano passado que, se fosse criada a Série Vitamina-D, o Piauí não participava. Chegou o segundo semestre e o Flamengo participa, custeando por si mesmo. Será que sempre vamos baixar a cabeça, faltando se benzer diante a CBF? Até quando?
Quanto às dispensas do Flamengo, só eu que estranhei que a maioria dos dispensados foi quem teoricamente chegaria para reforçar o time nesse segundo turno? Por que o Flamengo não contrata só jogador conhecido em nossos campos para evitar fazer apostas de risco quando a Série D, como diz o Fernando Vanucci, é logo ali?
Evandro Paiva

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band