Procure no Blog

14 de jul de 2009

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE D: TREZE VIVE MOMENTOS DIFICEIS

Campina Grande, PB – O Superior Tribunal de Justiça Desportiva adiou o julgamento do Treze Futebol Clube, que ocorreria nesta terça-feira (14). O presidente da Segunda Comissão Disciplinar, Paulo Valed Perry, deferiu o pedido do advogado do Galo, Marco Túlio Nóbrega e o julgamento do processo 55/2009 será remarcado.

O processo é referente ao amistoso do dia 27 de junho, em que o Galo venceu o Santa Cruz por 4x3, no Arruda em Recife. Serão julgados o Treze, o técnico Reginaldo Sousa e os volantes Daniel e Lano e o zagueiro Valnei.

A comissão decidiu adiar o caso, pois a súmula do jogo não foi anexada nos autos no prazo em que deveria. O Treze responderá a dois artigos – por atraso e por impedir o prosseguimento de partida (215 e 205) – do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Além disso, o técnico Reginaldo Sousa foi denunciado por ter dado a ordem de abandono aos jogadores atletas e respondeu por desistir de disputar partida, depois de iniciada, por abandono de campo – artigo 256 do CBJD, que prevê como pena a suspensão de 120 a 360 dias.

O meia Daniel responderá por agressão física – artigo 253 do CBJD – correndo o risco de pegar até 540 dias de gancho. Os jogadores Lano e Valnei também foram expulsos e acabaram denunciados por ato desleal – artigo 250 do CBJD –, que tem como pena a suspensão de um a três jogos.

DIRETORIA DA INICIA NEGOCIAÇÕES COM A CAGEBA


Foi realizada na manhã desta terça-feira (14), uma reunião entre representantes do Treze Futebol Clube e da Cagepa para tratarem de assuntos referentes à divida que o clube tem com a entidade. No último domingo, os dirigentes do Galo foram surpreendidos com a presença de oficiais de justiça com uma ordem judicial para bloquear as rendas dos jogos oficiais do alvinegro.

A reunião desta terça contou com a presença de Marcelo Nóbrega, presidente do Treze e Alankardec, diretor de futebol, além do Dr. José Edisio Simões Souto (Diretor Presidente), Paulino Teixeira de Carvalho Filho (Diretor Comercial), Alfredo Nogueira (Diretor Administrativo e Financeiro), Rogaciano Cunha (Diretor de Operações e Manutenção) e Alberto Gomes Batista (diretor de expansão), todos da Cagepa.

Ao final do encontro ficou acordado que o Treze enviará ainda hoje um ofício a Cagepa pedindo suspensão de qualquer bloqueio judicial até o próximo dia 30 deste mês. Nos próximos quinze dias haverá novas reuniões para tratar do assunto. Nesse período a direção do Treze encaminhará uma proposta para quitação da divida.

“Fomos bem recebidos por todos da Cagepa e durante a viagem o prefeito Veneziano entrou em contato por várias vezes se mostrando bastante preocupado com o problema e se colocando a disposição para ajudar no que for possível. Recebemos também uma ligação do governador José Maranhão que também se mostrou preocupado e disposto a fazer o possível para resolver o problema”, completou o presidente do Treze, Marcelo Nóbrega.

Os representantes da Cagepa informaram ainda que não é apenas o Treze que tem dívidas com a entidade e outros clubes certamente receberão bloqueio de rendas.

Proposta para pagamento da dívida

Na reunião foi sugerida pelo presidente alvinegro a viabilidade de se quitar a dívida de quase 1 milhão de reais, utilizando um projeto semelhante à TIMEMANIA.

“Como é um problema comum a todos os clubes, o Treze levará uma proposta que seja criada algo parecido com o projeto da Timemania, onde na fatura mensal da Cagepa o contribuinte marcará o clube do coração e esta quantia será destinada para quitar as dividas do clube para com a entidade. Em contra partida os clubes que aderirem ao projeto, se comprometerão em manter as contas futuras quitadas rigorosamente em dia e se obriga também a colocar a logomarca da Cagepa nos uniforme”, explicou Marcelo Nóbrega.

Aposte na TIMEMANIA e marque o Treze como seu clube do coração!

Núbia Renata Nunes
Assessora de Imprensa

Nenhum comentário:

PREVISÃO DO TEMPO NAS PRINCIPAIS CIDADES DO PIAUÍ

Globo e Band